Tardeando
O lento
Amaciado em pêlos
Capim do renegado

Fui desbotando
Invernos
Desabotoei-me inteiro
Meu colo entregado

Pra te receber
Me fiz de pomar
Que sirva a teus olhos grandes
De ver pequeno
E eu menino
Peguei tua mão

Tava em tudo
O penso
Feio anta enorme
Que ninguém vê passar

Na praia de trás da casa do deco
No limpo
Sorriu e me aceitou
Dei cheiro amadeirado

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts