Varando além do habitá
Um quase dentro fora, um fato do vão
Ali que é onde a rede escolheu morar
E virar canção

Varanda intercessão
Entre amplidão e o que tem fim
Entre o selvagem e a conta de luz
Brisa leve e o ventilador

Varanda é pra estar só
Ou para oferecer pro seu amor
A noite numa rede e um cobertor
Pra vida ter razão

Varanda é o meu divã
Aonde encontro as manhãs
E vejo as montanhas azuis

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Bernardo Do Espinhaço. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts