Pan Pan Parararan
Parararararararan
Pan Pan Parararan
Parararararararan

Não se incomode
com o dia de amanhã
E com os teus males
todo dia sempre vem
De pé no chão
viva o presente
que tu tem
Se for futuro
não espere que não vem

Pan Pan Parararan
Parararararararan
Pan Pan Parararan
Parararararararan

E anoiteceu
eu vi você
ainda correndo
Você correu a vida inteira
e não achou
E pelo escuro
tantaz vezes procurou
e de cansado
ali mesmo se deitou

Pan Pan Parararan
Parararararararan...

E novamente amanhece
um outro dia
Nas tuas costas
como tudo começou
E como sempre
atrasado se alevanta
Um pouco tonto
com o dia que passou

Pan Pan Parararan
Parararararararan...

E atrasado
assim mesmo começou
E aperreado
num galope se mandou
Atrás do tempo
que passou ele não viu
E com os dia
tua pele lhe feriu

Pan Pan Parararan
Parararararararan

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir