ô ô ô ô ô ô ô ô ô ô
2x

quantas noites sem durmir olhando da minha janela
luzes da cidade vejo pensamento
madrugada adentro enquanto muitos dormem
quantos loucos atearam fogo, aceleraram a mente?
viajaram na fumaça louca
que passando a todos foi de boca em boca

Nos silencios sinto essa fumaça me lava o rosto
maquiná meu cerebro me fazendo louco
me endagando a noite pala luicidez
como posso eu parar na noite pra dar um trago?
se eu vivo nessa lucidez tão louco
só mais um pouco eu vou pirar de veeeeeeeeezz

São os olhos de um poeta louco que contempla a noite
na palavra ceto de um pensamento, só por um momento de inspiração

quantas noites sem durmir olhando da minha janela
luzes da cidade vejo pensamento
madrugada adentro enquanto muitos dormem

ô ô ô ô ô ô ô ô ô ô
2x

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir