Aonde foi parar a coragem, meu herói de hoje assalariado,
Aonde foi parar o rock que não toca em rádio, aonde está o harém...
Aonde foi parar a coragem, guerreiro nacional revolucionário,
Aonde toca o sino da igreja vazia, aonde mora meu bem
Aonde foi deixado o tesouro do pirata, aonde é que nada a sereia dourada,
Me explica aonde fica a encruzilhada, eu troco notas de cem!!!

Se me contar troco moeda por cavalos, você também não vai acreditar...
Se me contar troco moeda por cavalos, você também não vai acreditar...

Aonde é tocada a corneta do anjo, a faca que de vez dilacera o câncer,
Aonde se apresenta o palhaço que me faça realmente sorrir.
A seta que não erra o alvo, a bandeira que faça mais destaque o mastro,
O cheiro da menina que imite o frasco, de perfume francês...
Uma nota que não tenha valor, a máxima saudade que não rime com dor,
A música perfeita pra qualquer despedida, me ensine sobre o amor...

Se me contar troco moeda por cavalos, você também não vai acreditar...
Se me contar troco moeda por cavalos, você também não vai acreditar...

A dúvida é esmero, alimenta o ansioso..
Certezas curus credo, me fascina achar o novo
A vida é um mistério, de certo eu sei saber viver,
Pois logo vai amanhecer, confirmo eu estou vivo, dúvidas pra quê.

Pois logo vai amanhecer... confirmo eu estou vivo, dúvidas pra quê.

Aonde foi parar a arte, a bela poesia do livro de carlos, aonde esta sobrando generosidade, dê comida ao cantor.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir