Não sou eu quem deve o bicheiro, essa parada não é minha
Por trás dos óculos me escondo, não ofereço mal nenhum a sua filha.
A intenção é balançar o rock'n roll, tocar o sino feminista.
Sumir com a mala, se pintar um tempo bom, assar a casca na salinha.
Te falo coisas que jamais entenderia, é só pra dar aquela liga
Não queira me entender apenas dance com o som

Oh baby eu só te quero bem, eu só te quero bem...
Eu só te quero bem...

Aqueça o sol quando eu chegar.. 51 cerveja, beleza
Inclua festa, sombra e mar, não se apresse se tiver temor de se atrasar
Vem sem pudor, prove a framboesa, encha o peito é melhor se aquecer
Cobre da sorte, que faça mais feliz, não se vacine de mim
Me prove inteiro numa noite estrelada, safada e rara tipo puritana lapidada,
Não tenha medo a se juntar a mim

Oh baby eu só te quero bem... eu só te quero bem...
Eu só te quero bem...

Jogue ao acaso se gostar da companhia, não se apaixone, não vá se derreter
Mantenha o salto, apure a gargalhada, o decote deve aparecer
Cuide de mim, que eu seja seu brinquedo, safado e raro eu sou o seu amante desvairado
Não sinta medo a se juntar a mim...

Pra gente dançar, para enlouquecer, para entusiasmar, para ver o sol nascer
Aonde você for eu vou, e se um dia for amor, me cole em você, me aceite como eu sou
O dia fica mais bonito, a música toca mais alto, a solidão vira passado, a memória um bom diário, a jóia agora é rara, o coração acelerado..
O seu canto o meu espaço, eu te quero bem.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir