Separa aquele vinho meu e seu, deixa a nossa música tocar.
Atrase o relógio se eu demorar, me espera...
A parte do delírio é segredo meu.. os brindes, as guerras.
É parte desse plano, você moldando o sonho.
o inteiro que a metade espera...
Esqueça os problemas do dia, completa sua figura na minha...

Que eu tô chegando, que eu tô chegando amor
Lotado de saudade, máxima vontade, e o galo ainda nem cantou.

Quem disse que distância é resultado de solidão
Ainda não me viu te desenhando aonde passo, às vezes pelo errado
Na rua que eu não posso, se arrisco faço estrago
No dia em que a saudade apertar...
No dia que o sol teimar provar
Que o brilho que te guia, é dele, não acredita...
Eu mostro o que é fazer calor...

Que eu tô chegando, que eu tô chegando amor
Lotado de saudade, máxima vontade, e o galo ainda nem cantou. (2x)

Massagem nos seus pés, um bob pro luar,
Um porre pra animar, um sono duplo pra acalmar
Café na cama eu te dou, um filme pra depois do amor
E se amanhã eu já me for, eu volto... me espera!
O eterno nos garante companhia

Que eu tô chegando, que eu tô chegando amor
Lotado de saudade, máxima vontade, e o galo ainda nem cantou.
Que eu tô chegando, que eu tô chegando amor
Lotado de saudade, máxima vontade, e o dia ainda nem clareou.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir