Outsider

Burburinho d'uma rua
Lá em cima cor de da cor correr
Os espelhos diferentes desses filhos de sua cor
Aqui o tempo vale um pé de flor
Mas flor é quase dissabor
Que medo de seus lábios
Terra estranha onde eu não sei ser
Não me olha com esse gelo no olhar
Porque eu não sou um homem daqui
Pra saber a hora de poder respirar
E as coisas que se deve engolir
E se eu vir pra que serve o ardor
Pra que serve o correr
Veria eu tudo, ou não seria mais eu?

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts