Desculpe, meu bem, se passei tão depressa,
Se minha vontade ao tempo não interessa,
Se o tempo impede esse nosso forte e pulsante querer.
Sei, não lhe importa essa minha frustrada canção,
É só uma tentativa, bem,
De dar boca e língua ao meu coração.

Ah, peço que tudo pare,
Te retrato em uma imagem mental,
Decorando através dos meus lábios e toques
Teu desenho e caminhos a caminho do...

Ah, em uma prece sem destinatário clamo que fiques comigo,
Sem tempo contado ou chorado.
Pra que possamos, meu bem,
Assistir ao céu a se iluminar
Sem nos preocuparmos com a hora de dormir.
Pra que não tenhamos que lamentar a hora em que outro tem de ir.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts