Barreiro safado não passa!
Se é pé de valsa vai ter que dançar
Se pegar no mic vai representar!
Pode pá?
Aonde o jogo duro sem manha e nem blefe
Aonde o metrô ia chegar desde antes do mosdef
Esquece
É por quem enxerga a babilônia
É criminalizado por uma dola de maconha
Toma no @!## pra lá com essas idéia de opressão
Chuta em mim o beck e viva la revolucion!

E se nós reúne é reunião, artigo 288
Mantém no viaduto desce na tito e pega o 18
E o cê num fica meio desorientado
Que nas paredes do mapa tem o caminho marcado

E os cara leigo nos plano de ação irmão
Espera sua vez e num atravessa a facção, porão
E a z/o hoje tá decorada de muito rap sujo e suor que salga a estrada

Nova escola nova era
Lado oeste, colabora fella
Ou vai embora pela
Que hoje a vida é boa!

Toda fé que me resta
Eu pus nos verso
Oces que festa e eu sou indigesto
Farelo concreto e resto é poucas

Tô pra, trabalhar pelo time na falta de tempo do game pro crime
Eu tô dentro do esquema mas num tô na cena porque essa minha vida num é filme

E também não é roteiro pra trama, é que o bagulho é outros 500 na viela
Quem nasce nego drama num vira branco novela

Pra tentar explicar o que ninguém quer entender
Pra tentar apontar o que geral quer esconder
Pra tentar assimilar que tá na hora de mudar
A vida num é feita pra apanhar então pega e faz acontecer

Hum e é vista grossa pros que fala que é chegado
Produção de boombap pro cê amanhecer enforcado, arrombado!
E num é oferta saldo nem promoção, visão é a palavra que aumenta a percepção
E a chuva cai z/o unida consequência é enxurrada
Quando eu e meus brother tromba é bate cabeça e mente abalada
E sem essa de estrelismo é sacanagem
Meu bonde é falido e nem arruma hospedagem

E diz que não os que estão com a mente feita
E se perde no beco justo onde a mente estreita
Peita os confronto interno e diz que ta enfermo
Quando sai do conforto entra em desespero

Marinheiro du bom navega, rap du bom não quebra
Back du bom da queda, idéia torta a rua veta
Loucura transcende a vivência, a vivência transcende essência
Essência transcende a loucura e o rap vira meu escape
Quem fala que sabe faia, quem faia não sabe a hora
Recua se necessário ao contrário vamo ao ataque
Boombap da oeste é quente mano, história não mente
Virtude mesmo é ter informação pra ser diferente, cuzão

Quer ser um mc? Então fica a dica
Desista caso sua mente insista que o mundo é sua pica!

Ache uma rima do sic que não seja rica
E entenda a diferença não vai ter quem venda sem ofensa machista

Num escrevo pra entreter acéfalo!
Falar merda pra aparecer na cena em que preconceito gera comércio

Esquece a lábia que te engana
E o que cê fez pelo seu corre hoje?
Eu fiz do mic um shinigami eternizando os life notes

Então bota a cara mas, sem leva e traz
Que a vida é muito curta pra gastar com pouca treta
É o mundo se acabando, povos se matando, tudo desabando
Eu vou gastando toda a tinta da caneta​

Pra tentar explicar o que ninguém quer entender
Pra tentar apontar o que geral quer esconder
Pra tentar assimilar que tá na hora de mudar
A vida num é feita pra apanhar então pega e faz acontecer

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir