Lucas Boss
Pra me manter vivo aqui
Escolhi papo reto
Se a energia pesa
Ela não vai chegar nem perto

Esperto e de olho aberto
Com quem me olha torto
A má intenção não atingi
Quem não pensa em atingir o outro

Tinge a cor do cabelo
A cabeça não muda
Toda vez que tenta nadar
Afunda

Ser em constante mudança
Auto analista, indaga
Quem acha que é prata
Se trata de expandir a vista

Minhas vozes me diziam
Invista no incerto
O certo é água no deserto
Miragem

Passos tão tortos
Não haverá o que siga
A bússola não aponta
A direção que o novo habita

Andarilho louco
Não espero compreensão
Tanto quanto o crime não é
De fornecer perdão

O papo é de visão
Caminhe ao lado do sincero
Por que é dádiva
Na quebra dívida rígido critério
Oh

Calixto
Dom não faz a feira
Então queira trabalho
Com dom na carteira
Cê num enche um prato

Talento é besteira
Observe o mercado
Sem suor na peita cê morre calado

ERICK
Até tentei achar compreensão
Mas viver é diferente de vagar por obrigação, né não?
E aqui permanecemos, sem opção
Que a luz da sua retina já não brilha mais que seu cordão

Até suspenso, paro, piro no egoismo bosta
Proposta oposta incomoda terra nostra
Volta la pra fonte, vários horizontes
Que belo hoje é visar pra frente e eu tô distante

Importante seria se tudo isso aqui virasse um poço
Taca la dentro e observa um matar o outro
Cê ta disposto agora a perceber?
Tá escrito nas estrelas mas sua raça não aprendeu a ler

Esquecida de si mesmo
Não leva no peito escrito seu endereço
Revisa a lista, tá tudo errado
É por a última peça do quebra cabeça no puzzle errado

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Calixto / Erick Sales / Lucas Boss · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por In'Rua
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.