Foto do artista In'Rua

Talkey?! (part. Pacha Ana)

In'Rua


Sic
Olho na tela, jogo e novela
Outro jovem morto parece normal
Uma história velha, inventaram merda
Corpo em favela não vende jornal

A polícia e o crime tem o mesmo fuzil
Bem vindo ao Brasil
Vamos dar poder a quem nos mata
Depois brigar pra aceitar a culpa

Trocando um like mó style na selfie
Com o hype do Felp num cep sem luz
Portando os mic nos baile de rap
Freestyle de back sem ideia nenhuma

Os clap de vício são risco de vida
Me disse o polícia durante a revista
Que não tem bandido em capa de revista
A mídia fornece o que a massa acredita

E eu tava na busca de um trampo conduta
Vem um filho da
Viatura me para
Perdi outra entrevista de emprego
Ainda voltei pra casa com um roxo na cara

E os boy com nota
Reclama da cota pra sala de aula
Na faculdade era eu mais 3
O resto o pai que paga!

E lá na minha quebrada
Aos 16 trocavam balas
Metade ta presa
A outra morreu num porta malas

Quero dinheiro e muito ouro pois
Cafofo hoje é senzala
E preto eu estou exposto a ser preso
Sempre que eu saio de casa

Big

Deixa que hoje eu vou mudar o mundo
Essa é minha missão
Já sei! Vou entrar pra igreja
E escrever uns textão

Não sei nem quero saber oh
Nem te vi
Porra reclamação chata
Vou chamar de mimimi

Green Yellow
Wiz khalifa é hip hop pacarai
Não é culpa minha
Se alguém trampo na família pra eu herdar a empresa de meu pai

Se tromba consequência
O cu passa nem Wi-Fi
Parece insolência
Esses olhares falam do chão ninguém passa se cai

A pizza mira azeitona
Agora me diz se isso mata sua fome
Consome ou some?
Fala quanto rende a conta, te digo valor do homem

Escrevi no papel constrangido
Como ir à festa do filho com a ex
Compus usando uma bic
A mesma que traiu o Brasil esse mês

Onde a fumaça a fogo
Não é só boldo Nixon
Tanto desvio de foco
Pensei até que fosse uma nicon

Firme! À frente o caos espera
Rege a orquestra no tom, deixa o som acontecer

Pacha Ana
Ligada e ligeira
No corre das notas
Pra ver se me notam
Notei que rasteira

Em qualquer esquina
É lugar de levar
Mas não sou a primeira
De onde eu vim tem um monte

cês fragam mas acham besteira
cês acham besteira

Bota fé nas linhas das cria
Que lutam honrando as canetas
Com quantas Nabrisas cês acham
Que montam uma cena bem menos racista?

Assuma ou desista hey
Que os cash que entra pras preta não preenchem a lista
Eu não sou vitimista eu sou realista
então senta e assita, só senta e assista

Televisionados estão e eu reflito
O hype não diz o que tem que ser dito
Eu não quero sermão muito menos conflito, mas admito

Num é mito é projeto
Da massa que acha que o plano é certo
cês são tudo igual tipo areia em deserto
Enquanto encarceram mais um corpo preto

Previsão do tempo: Tempestades sinistras e temporais
Em 2004 Gustavo da disse
cês querendo abraçar o mundo mas num tem nem ideais
Alô Black Alien faz favor? Cancela o apocalipse

Erick
É pra que toda essa fita
Porque essa fita é ilusão (não não não)
Hum bater no peito, exigir respeito
E a qualidade na palavra dos irmãos

E aqui não passa discurso inventado
Necessidade do estado pra ser, cuzao
cê me mata de tanto essa chacina aurorizada
Mas antes eu te mato de raiva

Ta errado, 94 bics planejando seu assassinato
Feito teatro, sorri pra foto
Mais um detento que não sabe
Usar o poder do telescópio

tô de descida ou de subida?
Puta que pariu, 1 milhão viu
Mas pra quem tu recita?
Reflita Brasil

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Calixto / Erick Sales / Lucas Boss / Pacha Ana · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por In'Rua
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.