E nem de longe eu to aqui pra te agradar,viu
Muita atenção, xiu, p.o que convida te chama e é chama pro pavio
A ira impõe meu argumento, s.p.v, salve a minha crew!
Bem vindo ao confinamento, a propia mente construiu

Meu labirinto, onde não tem saída
Denigre a mente, a frente, tente
Pois se respira,tem vida
Sigo compondo em batida, aqui missão dada é cumprida
Passando o dedo no sal pra colocar na ferida

Aí, nigga, longe de ser pop
Não é por cash, loop pros lock
Que corre igual flash, dog sem hot
Pau no cú ret, sem hit ciclete, então não se mete
Direto do oeste, in*rua as 3 peste

Sem cura e sem bula, que o protesto não morra
Microfone de arma, é meu carma pra mudar essa porra
Um bafo de ilusão, bem vindo à bhgomorra
Só não vem achar que é festa pra tu rebola cachorra

Wo how, se ilude na plenitude cruel
Degradante se torna a rotina entre inferno e céu
Pra distração, enrola a massa densa entre o véu
De rap sujo me lambujo, igual um urso com mel

Aliança sem anel
É o rap comigo
Enquanto sei que meu eu
É meu pior inimigo

Admiravel no flow
Cê que o que? Com quem jhow?
Sem olhar pra trás vou
Take over control!

Acordei mais cedo to pronto pro jogo
Sem boi pra comedia que seca meus passos
De frente a selva cinzenta
Eu olho onde piso e nao perco o compasso

Na escrita nao tremo meus traços
Nao perco o foco no trabalho
Escrevo errado nessas linhas retas
Mas voces vao entender o recado

Com empenho to dando meu sangue
Faço o que eu posso pra crescer a cena
Nao embaça mas se quer tumulto
Voce fala comigo e resolve o problema

Nao espero eu parto pra cima
Eu sei que a sorte nao bate na porta
A vida lançou um desafio
E sem exitar dobrei a aposta

Overdose de rima
Sem cura pra essa minha cina
Descarrego pra minha loucura
Um soro eficaz pra minha adrenalina

Ja me vi sem saida
Entre a morte e a vida
Sem jeito m.s virou missao suicida

Entenda qual é a proposta pra nao falar merda
E vim reclamar
O trampo que hoje me consome é motivo preciso
Pra eu nao recuar

Respeito o que bate em meu peito
Me armei de verso e fui pro combate
Disseram: Em frente moleque
A melhor defesa é o ataque

Falaram que ia ser foda
E eu falei mas que se foda
Juntei com meus comparsas
E fudi com a porra toda

Ofendi uma pa de nego
Sem medir minhas palavras
Mas nao vou dar a cara a tapa
Se eu vim pra dar porrada

Entao firma o toco
Esquiva do soco
Os menino loco
No flow

Sic de novo
Jogando o jogo
Fruto do esforço
In*rua constou!

Embaçado e indigesto
O manifesto é reforçado
Risco sangue por progresso
Em cada verso rasgado

Nego bicudo, em conflito
Com o lixo do mundo apodrece a colheita
O clã ta fechado pra nao dividir com otário
O suor que encharca a minha peita!

Ele acha que é artista
Paga à vista, é zica, mas sem conceito
Deixa que a vida
Te ensina, na pista
O melhor dentista
Que existe e o respeito

Os boy querem sex, tim tim, chandon
Ca$h
Ser lista vip da jontex
Idolo pop aqui vira alimento
No prato de inox do rex

Whrouf, meu rap e sujo
De loucura kamikaze
Nao atura a pura verdade?
Entao escuta jingle da barbie

Caneta vai solta na linha
Quase sozinha expressa o que falo
Meu prazer e meu lazer
E meu lazer e meu trabalho

Desvalorizado e mal remunerado
Recompensa pra esse corre é loucura com os aliados!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir